Postado 19/08/2016 por Daniel Farkuh

Entenda se vale a pena restaurar um carro antigo

A valorização no mercado automobilístico é um dos principais atrativos de quem busca restaurar um carro clássico. Transformar uma velha máquina, que muitas vezes está encostada há décadas, em um excelente motor tanto para lazer quanto para possíveis lucros pode levar muita gente a pensar positivamente sobre a iniciativa.

Entretanto, é preciso tomar muitos cuidados para não perder dinheiro. E nem tempo! Por isso, vamos mostrar neste post os lados bons e os ruins de uma restauração. Preparado? Então, venha conosco!

Planeje a restauração

O primeiro passo para você ter sucesso na empreitada é analisar todos os detalhes referentes ao modelo de carro a ser restaurado.

Faça uma pesquisa de mercado em relação aos valores das peças, dos itens da tapeçaria, da parte elétrica, da funilaria, enfim, é importante saber na ponta do lápis quanto será desembolsado para seu sonho se transformar em realidade.

Como muitas peças originais de carros antigos são raras de serem encontradas, fique atento ao custo-benefício. Motores que necessitam de retifica ou até mesmo de uma troca geral também devem ser considerados.

Converse com outros apaixonados por antigomobilismo e também com profissionais da área para colher diferentes opiniões referentes ao seu projeto. Quanto mais informação você tiver, melhor para o negócio sair bem-sucedido.

Faça uma vistoria prévia

Caso você queira comprar o carro antigo em lojas especializadas ou leilões antes de iniciar a restauração, saiba que é importante ter cautela antes de fechar o negócio. É preciso analisar não só a procedência, mas também a real condição do veículo. Leve seu mecânico de confiança ou alguém que entenda do assunto para vistoriar a máquina.

Veja quantos detalhes deverão ser substituídos e faça um orçamento do gasto total. Se for preciso desmontar o carro todo, repense sobre o assunto, pois o investimento poderá superar um possível retorno financeiro.

Restaurações em que os carros ficam literalmente depenados podem ultrapassar os R$ 100 mil, com gastos extras ao longo do processo.

Reserve tempo para a restauração

Não pense que restaurar um carro antigo é uma atividade rápida. Saiba que muitas horas de inúmeros dias serão ocupadas com o assunto. Para tanto, é preciso ter paciência e maleabilidade nas negociações, já que você encontrará pessoas de todos os tipos à sua frente.

Assim como tudo que é mais antigo, é preciso ir devagar e fazer as escolhas com muita parcimônia.

Restaure um carro antigo

Muito além do que lucros, muita gente busca restaurar um carro antigo por conta de motivos emocionais. Se você poupou dinheiro para este fim e conhece do ramo, vá em frente! Restaurar um carro antigo traz várias sensações de bem-estar para quem pilota. E até mesmo para os passageiros.

Apesar do desconforto, do volante mais duro, das falhas e constantes reparos, além de manutenções preventivas e corriqueiras, quem é apaixonado por autos reconhece o devido valor de uma restauração.

Além disso, houve uma valorização enorme nos últimos anos de veículos antigos devidamente restaurados. Quando o investimento é bem feito, trata-se de um excelente negócio. Afinal, restaurar um carro antigo é como colocar uma nova vida em um corpo debilitado. E a recompensa é inestimável, muitas vezes, sem preço no mercado!

E você? Já restaurou o seu carro antigo? Deixe aqui o seu comentário e conte sobre sua experiência!