Postado 07/12/2016 por Daniel Farkuh

Conheça os mais incríveis carros dos anos 60!

Os anos 1960 foram um verdadeiro banho de criatividade na indústria nacional. Depois do processo de popularização do automóvel, principalmente na década anterior, as fábricas começaram a se aventurar na produção de seus próprios veículos, utilizando, como base, carros dos anos 60 que já eram populares em outros países do mundo.

Assim, surgiram veículos genuinamente nacionais como o Aero-Willys ou o Itamaraty, acompanhados de sucessos mundiais como o Fusca e a Kombi.

Vamos, então, conhecer esses incríveis carros dos anos 60:

Aero-Willys

O Aero-Willys atravessou a década de 60 com imponência e elegância, já que foi fabricado pela Willys do Brasil entre 1960 e 1971. O carro foi produzido com peças importadas até 1962, quando a fábrica passou a construir o automóvel inteiramente no país. Foi o primeiro carro 100% produzido em território nacional.

O Aero-Willys era um sedã compacto, de linhas quadradas, muito confortável. Com um motor de 110 Cv, fazia frente a diversos carros da mesma categoria. A partir de 1968, a Willys foi adquirida pela Ford que começou a fundir o Aero com o seu Galaxie, um carro mais moderno e funcional. Em 1971, a produção do Aero-Willys foi encerrada definitivamente pela montadora americana.

Willys Itamaraty

Com o sucesso do Aero-Willys, a Willys do Brasil acreditou que era possível explorar mais o potencial do carro e lançou uma versão maior e ainda mais luxuosa do modelo: o Itamaraty, que foi batizado com o nome do Ministério das Relações Exteriores justamente pelo fato de a fábrica apostar que o luxo e sofisticação oferecidos por ele eram fatores diferenciados.

O carro era maior do que o modelo original, trazia diversos itens cromados na parte de fora e tinha o painel revestido em jacarandá. Um luxo inédito na indústria nacional. Saiu de linha em 1971 juntamente com o irmão mais velho.

Fusca

O Fusca já era sucesso no Brasil quando a Volkswagen decidiu produzi-lo em território nacional, em 1959. O projeto, idealizado por Ferdinand Porsche, era uma febre mundial desde os anos 1930.

Compacto, prático, barato e econômico, o Fusca representou a democratização definitiva do carro em território nacional. Amado incondicionalmente, ele é, até hoje, objeto de culto em vários países.

O carro foi produzido no Brasil até 1986 e teve uma breve ressurreição, patrocinada pelo Governo Itamar Franco, entre os anos 1993 e 1996. No mundo, o Fusca sobreviveu até 2003, quando foi produzida sua última unidade, no México.

Kombi

Imagine a praticidade de um contêiner sobre rodas. Essa era a ideia por trás da Kombi, o primeiro Volkswagen produzido no Brasil, em 1957. A Kombi foi o veículo nacional que ficou mais tempo em produção, sendo fabricada até 2013. Saiu de linha porque não era possível adaptar um air-bag em seu painel, de acordo com exigência do Código de Trânsito Brasileiro.

Em 56 anos, a Kombi serviu para tudo: desde carregar material de construção, até trabalhar como viatura, a van da Volkswagen fez parte da vida dos brasileiros e da economia do país. Hoje é alvo de colecionadores espalhados por todos os cantos do Brasil e do mundo.

FNM JK

Em 1960, a Fábrica Nacional de Motores (FNM), uma empresa estatal criada no Governo Getúlio Vargas, decidiu expandir sua produção. Até então, a empresa realizava a montagem de motores aeronáuticos e também construía caminhões.

Usando como base o Alfa Romeo 2000, foi criado o FNM JK, batizado em homenagem o Presidente Juscelino Kubitschek. O sedã possuía um motor de 1975 cilindradas, que gerava 110 Cv potência, o suficiente para levá-lo aos 160 Km/h.

O carro passou por pequenas modificações até deixar de ser produzido, em 1974.

E aí, gostou de conhecer esses incríveis carros dos anos 60? Então participe deixando seu comentário no post!