Postado 24/02/2017 por Daniel Farkuh

Conheça os carros nacionais mais desejados da história

Carros são paixões nacionais. São inúmeras marcas, modelos e tecnologias lançadas nos automóveis que, às vezes, fica até difícil acompanhar o mercado.

Mas, na contramão de muitas tecnologias e carros cada vez mais luxuosos e independentes, muitos amantes de veículos preferem aqueles mais clássicos.

E essa lista vai te mostrar exatamente alguns modelos dos carros nacionais mais desejados da história! É amante de veículos antigos? Se joga!

Fusca

É impossível fazer uma lista dessas sem citar o Fusca, não é mesmo? O carro da Volkswagen é um queridinho dos amantes de carros antigos e não é difícil encontrar por aí alguém que queira ter ou que já tem um carro desse.

O modelo foi o carro mais vendido no país durante alguns anos. Chegou por aqui na década de 50 e, em 1972, mais de 15 milhões de Fuscas já haviam sido produzidos no mundo. O motor era simples e ficava na parte traseira.

Foi produzido até 1996 e contabiliza-se mais de 3 milhões de unidades vendidas no país. Hoje ele é só saudosismo para muitos motoristas, mas seu design arredondado tão característico dificilmente será esquecido.

Opala

Potente e beberrão, o Opala marcou uma geração! O veículo foi criado em 1966, mas só chegou ao Brasil dois anos depois. Todas as versões comercializadas no país eram quatro portas.

O câmbio ficava no volante e seis pessoas poderiam andar confortavelmente no veículo da Chevrolet. O problema era que ele consumia muito combustível. O modelo de 1971, por exemplo, tinha potência 4.1 (a maioria dos carros atuais é equipado com motores mais econômicos, 1.0).

O Opala deixou de ser produzido em 1992, mas ainda é muito comum encontrar essa máquina rodando pelas ruas.

Gol GTi

“De onde vocês tiraram que o Gol é antigo?”, você pode estar se perguntando. É bem verdade que o modelo da Volks é um dos carros mais populares do país até hoje. Mas até chegar ao modelo atual, o automóvel já teve várias versões e uma delas merece destaque: o Gol GTi.

Ele começou a ser produzido em 1988 e foi o sonho de toda uma geração. Alguns ainda ousam dizer que esse é o esportivo mais marcante que conheceram.

O design era arrojado e o interior era moderno. Sem falar na parte mecânica. O modelo trouxe a injeção eletrônica aos veículos, o que excluía a canseira que era ter que esperar o carro esquentar para poder sair.

O motor gerava até 120 cavalos de potência e era bastante econômico: rodava mais de 14km com um litro de combustível. Quer mais? Direção hidráulica, ar-condicionado, vidros e retrovisores elétricos. Só tinha um problema: era mais caro do que os outros veículos comercializados na época. Ou seja, quem tinha um GTi, ostentava.

O modelo quadrado foi produzido até 1990, quando seu sucessor apareceu, o Gol bolinha.

Kombi

Mais um veículo da lista que pertence à Volkswagen, a Kombi marcou história. Ela é grande, carrega até 12 pessoas e, aproveitando o movimento hippie que se instaurou em todo mundo, o carrão virou até residência.

O modelo era simples e barato, o que o fez cair nas graças do povo. Chegou ao país em 1953, tinha câmbio de 4 marchas e servia tanto como carro de passeio como de carga de mercadorias.

O carro foi produzido até recentemente, em 2013, quando a VW fez uma versão comemorativa para colecionadores, a “Last Edition” da Velha Senhora.

Maverick

Carro da Ford, o Maverick fez um sucesso tremendo. Confortável, potente e luxuoso, o carro foi lançado em 1969 sabe por quê? Pra tentar fazer frente ao Fusca, olha só!

Chegou no Brasil somente em 1973, mas o pequeno notável chegou chegando. O modelo top de linha, por exemplo, gerava até 196 cavalos de potência, alcançando até 180km/h.

Mesmo com alguns problemas, como no motor e nos freios, não deixa de chamar atenção de colecionadores: eles podem valer até R$100 mil no mercado.

Citar os carros nacionais mais desejados em pouco espaço fica difícil, mas esperamos que tenha gostado da nossa lista! Não deixe de assinar nossa newsletter para receber outros conteúdos com exclusividade em seu e-mail!