Postado 10/03/2017 por Daniel Farkuh

Confira 5 dicas essenciais para a manutenção de motos antigas

Possuir uma verdadeira moto clássica é certamente motivo da grande satisfação para os apaixonados por veículos antigos. O que algumas pessoas às vezes esquecem é que na hora da manutenção de motos antigas é preciso tomar alguns cuidados a fim de mantê-las conservadas e funcionando corretamente.

Se você quer saber mais sobre como ter sua moto antiga sempre em perfeito estado, continue lendo este post. Selecionamos 5 dicas para ajudar você a deixar sua máquina sempre impecável!

1. Tenha atenção com a lubrificação

Existem diversos componentes em uma moto que precisam ser lubrificados de tempos em tempos para que tudo funcione de maneira certa e, principalmente, com segurança. Se você usa sua moto antiga com pouca frequência, esse cuidado se torna ainda mais importante.

Além das peças que fazem parte da relação — corrente, pinhão e coroa —, outras partes que precisam estar devidamente lubrificadas são os cabos de freio, do acelerador e da embreagem.

Lubrificar esses componentes é fundamental para reduzir sua fricção e evitar que essas partes enferrujem, causando problemas ainda maiores.

2. Troque o óleo do motor na hora certa

Assim como em qualquer outro veículo, o motor também exige cuidados quando falamos de motos clássicas. Por isso, para mantê-lo sempre em boas condições, é fundamental fazer a troca de óleo no momento certo.

Caso não possua o manual do proprietário da motocicleta, verifique junto a um mecânico de confiança qual a quilometragem ideal para fazer a troca. Mas lembre-se: independentemente desse limite, não é recomendado passar mais de seis utilizando o mesmo óleo.

Também é importante lembrar que motores mais antigos podem necessitar de um óleo mais viscoso para ajudar a compensar eventuais folgas entre os componentes internos.

3. Abasteça com combustível de qualidade

Outra medida muito importante para cuidar do motor é procurar sempre um posto de combustível de confiança na hora de abastecer sua moto. Gasolina adulterada ou de baixa qualidade pode comprometer seriamente o funcionamento do motor.

Além disso, deixar o tanque da moto com pouco combustível pode não ser uma boa ideia. Isso porque a grande quantidade de ar em contato com a umidade pode provocar corrosões internas no reservatório, fazendo com que impurezas se espalhem na gasolina.

4. Verifique a parte elétrica na hora da manutenção de motos antigas

Para garantir o bom funcionamento dos sistemas elétricos da sua moto você deve voltar as atenções para a bateria.

Se a sua moto utiliza os modelos antigos, daqueles em que é preciso completar o nível da água, o ideal é fazer uma checagem a cada seis meses. Quando o nível estiver baixo, a recomendação é completar com água destilada.

Mas tome cuidado para não exceder o limite, pois o líquido se torna corrosivo, podendo danificar a pintura da sua moto antiga.

5. Faça um plano de manutenção preventiva

Seguir um plano de manutenção preventiva é a melhor maneira de garantir a segurança, o bom funcionamento e evitar a depreciação da sua moto antiga.

Para elaborar um plano de manutenção adequado para as necessidades da sua moto, a dica é procurar um profissional de confiança para ajudar. Ele saberá identificar quais componentes precisarão de atenção especial e que cuidados deverão ser tomados para que sua moto antiga esteja sempre como nova.

Seguindo essas 5 dicas para manutenção de motos antigas, você vai ver como é fácil mantê-la sempre em ordem. E para ler mais conteúdos como esse, não perca nossos próximos posts! Curta e acompanhe nossa página no Facebook e veja todas as novidades!