Postado 13/10/2016 por Daniel Farkuh

Confira 4 dicas de restauração de carros antigos

Ter um carro antigo ― que não é um carro velho, diga-se de passagem ― é o sonho de muitas pessoas. Porém, os colecionadores, ou simplesmente os amantes de veículos de tempos passados, podem encontrar dificuldades em manter esse patrimônio bem conservado.

Se você é um desses ou se quer adquirir um automóvel que precisa de uma boa renovação, este post foi feito para você! Saiba agora como fazer a restauração de carros antigos e deixar o seu veículo no ponto para curti-lo!

1. Tenha calma

Analise o seu veículo e veja o que precisa ser feito. Nem sempre um carro antigo está em condições de passar por um processo de restauração, pois os gastos para que ele fique 100% podem estar fora da sua realidade financeira.

Se você ainda não tem o seu carro antigo, faça uma boa pesquisa de valores e verifique as condições do carro que você deseja restaurar. E o que considerar ao realizar a pesquisa? A lataria, as rodas e os pneus são itens importantes e que podem chamar mais atenção dos amantes de veículos à primeira vista.

Porém, são as partes internas que merecem um olhar ainda mais especial: o motor, por exemplo. Por ser antiga, essa peça do veículo pode precisar de uma restauração total, para não falar de uma troca. Portanto, tenha calma antes de iniciar o processo de restauração de carros antigos.

2. Faça orçamentos

Após ter certeza do que é preciso fazer para deixar o seu carro do jeito que você quer, é hora de mais uma etapa de pesquisas. Dessa vez, naquela parte difícil: o seu bolso!

Fazer orçamentos em vários locais especializados em restauração é um grande diferencial para você economizar uma boa grana. Veja o que o prestador oferece, compare preços e qualidade do serviço. Não deixe de pechinchar!

3. Priorize peças originais na restauração de carros antigos

Para manter o seu carro antigo com as características e especificações de quando ele saiu de fábrica, busque sempre utilizar peças originais na restauração. Elas podem até ser mais caras, mas deixarão os carros com o charme que lhes são próprios.

4. Fique atento ao acabamento e à pintura

Como dito, não é a parte do processo de restauração mais cara, mas é a que mais salta aos olhos dos amantes de veículos antigos. É claro que o serviço aqui também tem que ser de primeira!

Busque sempre acompanhar todos os processos de restauração do seu veículo, para mostrar que você sabe o que quer e que está de olho na boa execução do serviço.

Por exemplo, certifique-se de que o prestador vai esmerilhar, lixar, pintar e deixar a lataria do seu carro antigo perfeita! Observe, ainda, a qualidade da tinta que será utilizada e peça garantias de que aquele é o melhor produto para o seu veículo.

Curtiu o nosso post sobre restauração de carros antigos? Curta nossa página no Facebook e tenha acesso a mais dicas tão legais quanto essas!