Postado 22/05/2017 por Daniel Farkuh

Como preparar o carro para uma avaliação antes da venda?

Depois de alguns anos de boa convivência, chegou a hora de vender o seu veículo usado. Os interessados em comprá-lo certamente farão uma checagem completa de itens, então é bom você preparar o carro para avaliação.

Não se trata de maquiagem para esconder defeitos. Se você cuidou bem dele, fez todas as revisões no prazo correto e zelou pelo seu bom estado, não há motivos para se preocupar. Você conseguirá vender o seu veículo pelo preço que ele vale.

Mas, antes de levá-lo aos futuros donos, é bom se certificar de que tudo está em ordem para preparar o carro para a venda. Assim você consegue, até mesmo, valorizá-lo ainda mais.

Remova customizações ao preparar o carro para avaliação

Se você instalou equipamentos extras no carro, vale a pena avaliar quais deles podem ajudá-lo a vender e quais talvez façam os interessados torcerem o nariz.

Customizações que tiram a originalidade do veículo devem ser removidas. Portanto, troque as rodas esportivas pelas de fábrica e retire itens como engates, faróis com máscara negra e outros equipamentos chamativos.

O mesmo vale para adesivos, pois ele que reflitam a sua personalidade, mas não necessariamente a do público em geral.

Faça uma limpeza completa da carroceria e interior

Apresentar o carro limpo faz muita diferença na hora da avaliação. Lave a carroceria e aproveite para pedir uma limpeza completa de itens como a caixa da roda e a parte de baixo do carro. Se possível, faça também uma cristalização da pintura, para recuperar a cor original.

Avalie o estado do motor e, se ele estiver muito sujo, faça uma lavagem em uma loja especializada.

No interior, dê especial atenção ao carpete, que acumula muita sujeira ao longo dos anos. Bancos e forrações manchados também devem ser recuperados, pois isso dá ao carro um aspecto muito ruim.

Evite retoques na pintura

Se o seu carro tem pequenos arranhões na pintura, o ideal é não fazer a recuperação. Quem compra um carro usado sabe que esses pequenos defeitos são normais e não vai se importar com eles, se o veículo estiver em bom estado no geral.

Os retoques podem acabar desvalorizando o carro, pois nem sempre são imperceptíveis. O comprador pode desconfiar de um problema maior na carroceria.

Guarde os comprovantes das revisões

O fato de ter feito todas as revisões indicadas na concessionária valoriza muito o veículo. Portanto, guarde as notas fiscais dos serviços. Alguns carros possuem, no manual, um espaço para que a concessionária registre as revisões.

Em caso de serviços maiores — como troca de peças de suspensão ou similares —, guarde os comprovantes com as datas de realização. Se houver alguma peça em garantia, mostre a data-limite para a troca.

O mesmo vale para os registros de eventuais recalls realizados no modelo do seu carro.

Ao preparar o carro para avaliação tomando os cuidados que mencionamos, você não tem com o que se preocupar. Seu carro será vendido pelo preço que vale. Se quiser receber mais informações a respeito, diretamente no seu e-mail, assine a nossa newsletter agora mesmo!