Postado 31/05/2017 por Daniel Farkuh

4 dicas para saber avaliar bem um carro usado

Comprar um veículo sempre representa um investimento alto, que deve ser feito com muito cuidado. Por isso, você deve ser bastante criterioso na hora de avaliar um carro usado, para que a aquisição não se transforme em dor de cabeça no futuro.

Quem deseja adquirir um carro clássico, precisa de atenção especial. Esses modelos foram fabricados há muitos anos e, a maior parte deles apresenta uma quilometragem mais avançada. E mesmo aqueles menos rodados, que pertenceram apenas a colecionadores, podem precisar de peças novas para rodarem.

Antes de fechar o negócio, é primordial levar o carro a um mecânico de confiança para fazer uma avaliação detalhada, principalmente se você não conhece a procedência do veículo. Mas, antes de chegar a esse estágio, existem algumas verificações que você mesmo pode fazer.

Veja abaixo 4 dicas para saber avaliar bem um carro usado:

1. Pesquise o histórico do veículo

Com o documento do carro em mãos, use a internet para saber um pouco mais sobre o histórico dele. No site do Detran do seu estado você consegue saber se:

  • ele possui multas;
  • está com a situação documental regularizada;
  • seus números de placa e chassi batem com o que está impresso no documento.

Problemas legais, que eventualmente surjam após a transferência, podem trazer muitas preocupações futuras para você.

Se o veículo for muito antigo, tente encontrar algo sobre a história dele, se é um carro de família, quais foram seus donos anteriores.

2. Avalie o estado da carroceria

Quando for avaliar um veículo usado, marque um horário durante o dia. Sob a luz do sol, procure por marcas de remendo na carroceria e veja se a pintura não tem nenhuma parte fosca ou irregular.

As portas, o capô e a tampa do porta-malas devem se abrir e fechar sem dificuldade, encaixando-se perfeitamente. Se houver qualquer desalinhamento, pode ser sinal de que aquele veículo já sofreu alguma avaria grave.

3. Verifique o acabamento interno

Muitos carros, mesmo os mais antigos, possuem uma grande quantidade de plásticos em seu acabamento interno, que se desgastam rapidamente com o uso.

Veja se o volante e a manopla de câmbio não estão com aspecto brilhante, ou descascando, o que pode ser indício de quilometragem avançada. Os bancos também não devem possuir manchas, assim como a forração do teto.

Dê uma volta no quarteirão com os vidros fechados e o som desligado, para verificar se não há nenhum barulho nas peças internas.

4. Confira se não há barulhos estranhos

Ao andar no carro, procure passar por uma rua irregular, que permita que você ouça a suspensão trabalhando. Veja se não há rangidos ou batidas secas. Ao frear, fique atento aos chiados que podem vir do sistema de freios.

Em relação ao motor, um som agudo ao ligar o carro pode ser sinal de que alguma correia está desgastada e prestes a se romper.

Com esses cuidados, certamente você tomará uma boa decisão na hora de avaliar um carro usado. Se você gostou desse conteúdo, tem alguma outra sugestão ou dúvida, participe deixando seu comentário!