Postado 09/08/2016 por Daniel Farkuh

4 cidades para visitar em encontros de motos antigas

Várias cidades brasileiras costumam virar palco de encontros de motos antigas todos os anos. Os eventos reúnem apaixonados por motocicletas de outras eras para apresentarem as curiosidades e peculiaridades dos clássicos veículos de duas rodas. Além disso, é sempre uma oportunidade para trocar informações e compartilhar tudo que as máquinas carregam na história e apreciar a evolução do tempo.

Por isso, vamos mostrar neste post 4 cidades que reúnem essa paixão e ainda oferecem muitas outras atrações na sua viagem sob duas rodas. Confira:

1. São Paulo

A capital paulista é a cidade onde mais acontecem os encontros de motos antigas. Mensalmente, as motocicletas estacionam no Pacaembu, mas os apaixonados pelos veículos de época também podem acompanhar os encontros que costumam acontecer no bairro de Santana.

Para os motociclistas que ainda não conhecem São Paulo, vale a pena explorar tudo que a cidade oferece. Um dos maiores destaques locais é a gastronomia. A cidade da garoa reúne os melhores restaurantes de país para atender todos os gostos e bolsos. E, claro, não podem deixar de conhecer a Avenida Paulista, o Parque Ibirapuera, a Pinacoteca, o Mercado Municipal, o bairro da Liberdade e a grande variedade de museus e exposições.

2. Curitiba

Em Curitiba, são realizados encontros de motos antigas todo domingo, no Parque Barigui. O local já é um cenário turístico que não se pode deixar de conhecer. É um dos mais bonitos da cidade! Além da natureza e espaço para relaxar ou praticar esportes, o parque conta com bares e restaurantes. Nos encontros de motos de lá, elas se juntam aos carros antigos, que dão ainda mais charme ao evento.

Se você está pensando em participar do encontro de motos antigas de Curitiba, a sua viagem merece ser programada para conhecer outros pontos da capital paranaense. Para começar, se você for a Curitiba e não conhecer o Jardim Botânico, voltará para casa com a impressão de não ter nem passado pela cidade.

Para ter uma visão geral de Curitiba, a Torre Panorâmica é uma ótima opção, pois dá para ver a cidade em 360º. A Ópera de Arame, o Teatro HSBC, o Centro Histórico e o Museu do Oscar Niemeyer também são pontos que merecem a visita.

3. Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o Alto da Boa Vista é um local conhecido entre os apaixonados por motos antigas. Os encontros sempre reúnem modelos clássicos, dos anos 40 a 80.

E o que não falta na cidade carioca são pontos turísticos para serem explorados. Além daqueles que são a cara do Rio, como o Corcovado, Pão de Açúcar, Arpoador, Lapa e praias belíssimas, o local que está em alta e encanta quem passa é o Museu do Amanhã, ao lado da Praça Mauá.

4. Goiânia

Em outubro, Goiânia sediará um evento diferente de motos antigas: a corrida do International Classic Grand Prix (ICGP) no Brasil, com motocicletas fabricadas entre janeiro de 1974 e dezembro de 1984. Cerca de 40 motocicletas participarão da corrida e nenhum piloto do ICGP pode ter participado de campeonatos com veículos modernos nos últimos três anos.

Goiânia é uma cidade bem movimentada. O público de fora que vai prestigiar o ICGP pode aproveitar para conhecer os bares, parques e feiras locais.

Os encontros de motos antigas sempre despertam interesse até de quem não tem as duas rodas entre as suas paixões. É um programa ótimo para aproveitar com a família, amigos ou até mesmo sozinho. Certamente, quem for sairá encantado e querendo conhecer mais das histórias dessas máquinas que carregam anos de charme.

Gostou da nossa lista de programação? Compartilhe as suas experiências em encontros de motos antigas ou dê mais dicas nos comentários.